Coach nutricional indica consumo do chocolate amargo por ser mais rico em antioxidantes

Foto: Reprodução/Alexander Stein/Pixabay

Integrante de boa parte das refeições, o chocolate é consumido diariamente por muitas pessoas, seja como um tira-gosto, “docinho” depois do almoço, na hora do lanche ou até mesmo para “colocar algo na boca”. Tratado como uma comida que não deve ser ingerida em grandes quantidades, pesquisas revelam que o uso moderado pode trazer incríveis benefícios a saúde. As mais recentes exaltam as qualidades do cacau como poderoso antioxidante e também como auxiliar para regulação do humor.

Por ser antioxidante, o chocolate pode proteger as células que degeneram tumores cancerígenos, como explica a coach nutricional Gabi Lodewijks. “Além disso, a sensação de bem-estar que sentimos quando comemos chocolate é causada pela ação da endorfina e da dopamina, ótimo aliado na TPM”. Também é possível encontrar alto poder hidratante no cacau, utilizado na composição de algumas máscaras de beleza, e potencial para evitar a oxidação das células, perfeito aliado no combate contra os radicais livres.

Para não errar na escolha do chocolate, a coach nutricional sugere a escolha do chocolate amargo, por ter mais cacau, o que o torna mais rico em antioxidantes, com maior quantidade de nutrientes e menor teor de gordura e açúcar. “Esses benefícios não se encontram no chocolate ao leite e no chocolate branco, que é mais calórico. [No último caso] ele não é feito de cacau, e sim da manteiga do cacau”, afirma. O ingrediente citado contém mais gordura que os outros tipos de chocolate. Uma boa opção, de acordo com Gabi, para quem gosta de chocolate ao leite, é começar consumindo um chocolate 55% cacau e aos poucos aumentar. “O ideal é consumir 70% cacau ou mais”.

Para quem quer emagrecer, a coach alerta: “não caia na armadilha de consumir chocolate diet pensando ser melhor. Esses geralmente são feitos para diabéticos e não contém açúcar, mas sim adoçante em seu lugar”. Gabi explica que, para poder manter o sabor e a consistência, acabam usando mais gordura, o que os deixam iguais ou mais calóricos que os chocolates tradicionais.

Foto: Reprodução/skeeze/Pixabay

“Ainda temos o chocolate light, que contém menos calorias, em média 25% a menos. Os chocolates zero são como os diet, mas não têm nutriente algum, podendo ser sem açúcar, sem gordura ou sem lactose, e são feitos sob medida para dietas especiais”, frisa a profissional. Ela ainda deixa um alerta: os produtos escritos no rotulo zero não contém menos calorias e sim algum nutriente a menos para se encaixar em dietas especiais.

Confira abaixo uma receita saudável com chocolate para adoçar o seu dia.

Bolo de caneca

Ingredientes:

  • 1 ovo;
  • 1 colher de mel ou açúcar de coco;
  • 1 colher de cacau (pode fazer junto com canela também ou apenas com a canela);
  • 1 colher de farinha de amêndoa.

Ingredientes para cobertura de brigadeiro fake:

  •  2 medidas de leite em pó;
  • 1 colher de cacau;
  • adicione água aos pouquinhos.

Modo de Preparo:

mistura tudo na caneca e ponha no micro-ondas por 1min30. Dependendo do forno, pode ser até 2min. E pronto!

adicione o brigadeiro fake se desejar ou alguma fruta.

matéria original: aqui